Notícias

UniRovuma vai monitorar a implementação de medidas de prevenção

A Universidade Rovuma vai monitorar, de forma constante, as medidas de prevenção do contágio do coronavírus, introduzidas e observadas no quadro do reinício das aulas presenciais a decorrer desde 31 de Agosto em todas as unidades orgânicas da instituição.

A garantia foi dada pelo Prof. Doutor Adelino Inácio Assane, diretor Académico da UniRovuma, falando à Comunicação Social, no Campus Universitário de Napipine, na cidade de Nampula.

Segundo Adelino Assane, a monitoria, provavelmente diária, visa detectar eventuais erros que possam decorrer nesta primeira fase da retomada das aulas, para corrigi-los na fase posterior que começa em Outubro próximo.

Contudo, a fonte disse que nos primeiros dois dias do reinício da actividade lectiva não se tinham constatado quaisquer anomalias. Embora não tenhamos detectado qualquer anomalia na observância dessas medidas, vamos controlar a situação de forma permanente, assegurou Adelino Assane.

Ele manifestou-se satisfeito com os dois dias das aulas, afirmando que mais de metade dos estudantes abrangidos por esta fase, os do quarto e quinto anos, compareceram as aulas em todas unidades orgânicas, nomeadamente, as Extensões de Cabo Delgado e Niassa e o Instituto Superior de Transportes, Turismo e Comunicações, em Nacala – Porto.

Estão envolvidos nesta fase mais de 3.700 estudantes das unidades orgânicas supramencionadas, entre os dos cursos laborais e pós-laborais.

Antes do reinício das aulas, os docentes e estudantes foram submetidos a uma formação de como observarem o protocolo sanitário, trabalho que coube a equipas médicas da Direção Provincial da Saúde.

Aliás, o Prof. Adelino Inácio explicou que a UniRovuma está a coordenar com as autoridades sanitárias para reportar-lhes eventuais casos de infecção que forem detectados na instituição, onde, igualmente, foi aberto uma sala de isolamento, principalmente no Campus de Napipine.

Uma ronda que efectuamos na manhã de Terça-feira notamos que os estudantes estão a observar as medidas de prevenção, embora nalguns casos houvessem discentes que tentaram conversar num conjunto de cinco deles ou mais.

Unidades orgânicas sem problemas relevantes

Nas unidades orgânicas da UniRovuma, concretamente nas Extensões de Cabo Delgado e Niassa e no Instituto Superior de Transportes, Turismo e Comunicações de Nacala-Porto, as aulas são descritas como estando a decorrer normalmente, sem anormalidades que possam pôr em causa a sua continuidade nesta primeira fase.

O Prof. Doutor Geraldo Macalane, director da Extensão de Cabo Delgado, confirmou-nos que nesta primeira fase as aulas estão a decorrer sem sobressaltos, pois ninguém, ainda, foi detectado como estando infectado por este vírus letal.

Segundo o director, dos testes feitos aos estudantes até ao momento só se suspeita de um deles, do curso de Psicologia, que acusou temperaturas altas após medição na única entrada estabelecida e que dá acesso ao pátio do campus.

O referido estudante encontra-se em quarentena na sua residência e, de acordo com     o    Prof. Macalane, não teve qualquer contacto com seus colegas, pelo menos no recinto universitário.

A fonte explicou que as autoridades sanitárias locais disponibilizaram à Extensão fichas para preenchimento diário relatando o curso de testagens feitas na base de termómetros existentes na instituição.

Felizmente, não temos tido casos alarmantes se não a experiência acima relatada, precisou Macalane, o qual se queixou, por outro lado, da teimosia de alguns estudantes que, embora observem de forma rigorosa outras medidas de prevenção, se opõem à compra de viseiras produzidas pela Extensão e vendidas a 35 meticais cada. Apesar disso, estamos num bom caminho, resumiu o diretor da Extensão de Cabo Delgado.

Na Extensão do Niassa, segundo a respectiva directora, Prof. Doutora Alice Freia, um estudante de um dos cursos no período laboral acusou positivo para Covid-19 após realizar testes, mas a instituição tomou todas cautelas para isolá-lo do meio estudantil e submetê-lo ao tratamento médico.

Fora desta situação, as aulas decorrem normalmente, cumprindo-se com as medidas de prevenção estabelecidas, embora se registe, de acordo com a Prof. Freia, ao que descreveu como ligeira dificuldade na observância de distanciamento físico quando os discentes estão fora das salas de aulas.

Nesta primeira fase estão abrangidos 656 estudantes dos cursos laborais e pós-laborais, distribuídos por 26 salas, sendo 16 diurnas e as restantes nocturnas.

Os módulos previamente preparados para esta fase já foram concluídos e os docentes estão a fazer a recapitulação da matéria e avaliações, explicou Alice Freia.

Por seu turno, no Instituto Superior de Transportes, Turismo e Comunicações não se registou, até ao momento, qualquer caso suspeito e/ou sintomas, estando as actividades lectivas e administrativas a decorrer sem sobressaltos.

 

Estão abrangidos nesta fase 91 estudantes dos períodos laboral e pós-laboral, distribuídos pelos cursos de Educação Visual, Informática, Construção Civil e Gestão Ambiental e Desenvolvimento Comunitário (GADEC), segundo o director do Instituto, Prof. Doutor Albino Massimaculo.

A par do processo de ensino, decorrem, igualmente e sem constrangimentos, defesas de trabalhos de final de curso (monografias) e exames de conclusão de curso, observando-se, de forma rigorosa, as medidas de prevenção de contágio pelo Covid-19.

Aliás, nas palavras do Prof. Massimaculo, o Instituto decidiu alocar aos docentes, de forma individual, os apagadores e marcadores de quadro como uma das formas de evitar a infecção por esta mortífera doença.

UniRovuma e IIAM assinam Memorando de Entendimento

A Universidade Rovuma (UniRovuma) e o Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM) assinaram, um Memorando de Entendimento através do qual as duas instituições vão estabelecer parcerias em investigação e formação de quadros que respondam ao Plano Estratégico do governo na área da segurança alimentar.
 
O memorando foi assinado na tarde de hoje, no Campus Universitário de Napipine, pelo Prof. Doutor Pompilo Armando Vintuar, diretor da Faculdade de Ciências Alimentares e Agrárias (FCAA) da UniRovuma, e pelo doutor António Chamuene, delegado regional do IIAM – Centro Zonal Nordeste.
 
As duas instituições vão centrar a sua cooperação em áreas como investigação científica, inovação e divulgação de resultados, a transferência de tecnologias e de conhecimentos, a extensão universitária, a melhoria dos processos de ensino e desenvolvimento de recursos humanos.
 
Os dois responsáveis manifestaram a sua satisfação pela concretização formal da parceria iniciada e que a mesma dure por mais tempo, pois o objetivo último é contribuir na formação de recursos humanos com habilidades e competências comprovadas e na garantia da segurança alimentar na região, em particular, e no País, em geral.
Secretário de Estado congratula a Universidade Rovuma

Secretário de Estado congratula a Universidade Rovuma

COM A PREVISTA INSTALAÇÃO DE UM INSTITUTO TÉCNICO EM C. DELGADO

O Secretário de Estado na província de Cabo Delgado, Prof. Catedrático Armindo Ngunga, encorajou a Universidade Rovuma a avançar com políticas que levem ao desenvolvimento da região, em particular, e do País, em geral, nas suas diferentes vertentes.

Armindo Ngunga assim se pronunciou depois de lhe ser apresentado o projecto de instalação, na cidade de Pemba, do Centro de Formação Técnico Profissional da UniRovuma, o qual conta com o apoio financeiro e técnico da Austrália e obedecerá a padrões internacionalmente aceites.

O Secretário de Estado é da opinião de que o mesmo se instale na cidade de Montepuez, onde se encontra a sede da UniRovuma na província de Cabo Delgado, argumentando que tal permitiria o acesso de candidatos de diferentes regiões e estratos sociais.

Contudo, a direcção da UniRovuma decidiu instalá-lo em Pemba e em Montepuez por questões estratégicas, segundo o Assessor do Reitor para a Pós-Graduação, Mestre Artur Afonso, figura a quem coube a apresentação do projecto ao Secretário de Estado, durante a sua recente visita à Extensão.

Para Ngunga, o referido centro é bem-vindo à Cabo Delgado, pois virá responder ao desafio de formar mão-de-obra qualificada para ser empregue em diversos projectos existentes e os que surgirão no futuro.

Segundo Ngunga, é preciso que se potencie o distrito de Montepuez, instalando nele um centro de excelência para a construção de conhecimento científico, um desafio que, segundo ele, pode elevar a UniRovuma para altos patamares a nível nacional, regional e internacional.

Ao apresentar o projecto, o MA. Artur Afonso explicou que este surge da necessidade de responder aos desafios impostos pela indústria extractiva e às oportunidades de emprego nas áreas de petróleo e gás, como também de treinar a mão-de-obra local com vista a reduzir a dependência externa em pessoal qualificado.

Para a concretização do projecto, a UniRovuma estabeleceu acordos com um grupo australiano, a Austrália MISAT, com a IFPELAC e ENCOM (Infraestructure, Resources and Energy), estas duas instituições moçambicanas.

Para Artur Afonso, as parcerias estabelecidas irão permitir estabelecer e fortalecer o centro com a capacidade de formar milhares de moçambicanos, tanto para trabalharem em grandes projectos, como para fazerem face a diversas outras necessidades de mão-de-obra qualificada. Este vai oferecer uma variada gama de cursos técnicos e com qualificações internacionais.

Secretário de Estado visita a Universidade Rovuma – Extensão de Cabo Delgado

Secretário de Estado visita a Universidade Rovuma – Extensão de Cabo Delgado

Naquilo que constituiu a sua primeira visita à Universidade Rovuma – Extensão de Cabo Delgado, o Secretário de Estado naquela região, Prof. Catedrático Armindo Ngunga, manifestou-se impressionado com o nível de preparação desta unidade orgânica para o reinício das aulas presenciais na próxima semana.

 

Ngunga esteve, recentemente, na Extensão de Cabo Delgado em visita destinada a aferir o nível de preparação da instituição quanto à implementação de medidas de higienização com vista a prevenção de infecções de Covid-19 no decorrer das aulas presenciais e em todas actividades institucionais e fora delas.

Acompanhado pelo Magnífico Reitor da UniRovuma, Prof. Doutor Mário Jorge Brito dos Santos, o Secretário de Estado percorreu as instalações do Campus de Ncoripo, tendo observado todo um trabalho de preparação feito para a retoma das aulas.

A UniRovuma – Extensão de Cabo Delgado instalou, como outras instituições de ensino e públicas, estações de higienização e desinfecção usando-se o álcool em gel produzido pela Universidade.

A UniRovuma tem já instaladas as condições básicas para retomar as aulas presenciais, pois as medidas de prevenção aqui constatadas respondem às recomendações do governo, disse o Secretario de Estado, desafiando a instituição a envidar esforços que garantam maior higienização das casas de banho, tidas como locais de maior risco, como também a limpeza efectiva dos arredores do Campus.

Por outro lado, a directora dos Serviços Provinciais de Assuntos Sociais, Anastácia Lidimba, integrada na comitiva do Secretário de Estado, disse ter apreciado positivamente o que viu, principalmente a forma inovadora como a instituição montou o centro de higienização.

Na sua opinião, o centro de higienização da UniRovuma devia constituir modelo a ser seguido por outras instituições de ensino, incluindo as técnico profissionais da província de Cabo Delgado.

O Magnifico Reitor da UniRovuma manifestou-se satisfeito com as palavras de apreço proferidas na ocasião, garantindo que a instituição que dirige vai colaborar com as instituições públicas e privadas no que diz respeito às boas práticas para o combate de Covid 19, usando o álcool em gel e viseiras aqui produzidos.

O Prof. Brito dos Santos ofereceu ao Secretário de Estado 10 litros de álcool em gel produzido na UniRovuma e das mãos do visitante recebeu 20 baldes para reforçar as medidas de higienização da UniRovuma.

Reitor da UniRovuma pede mais trabalho em equipe

Reitor da UniRovuma pede mais trabalho em equipe

AO EMPOSSAR NOVOS DIRIGENTES DA EXTENSÃO DE CABO DELGADO

O Magnifico Reitor da Universidade Rovuma, Prof. Doutor Mário Brito dos Santos, pediu aos quadros recém-empossados na Extensão de Cabo Delgado para que privilegiem mais o trabalho em equipe e evitem o ostracismo, de modo a que ajudem a instituição a alcançar os objetivos que almeja.

Brito dos Santos falava em cerimónias separadas de tomada de posse de 49 quadros dirigentes da Extensão de Cabo Delgado, concluindo, assim, o ciclo de nomeações no quadro da constituição da nova Universidade saída da reestruturação da Universidade Pedagógica de Moçambique.

Dentre os empossados figuram 20 chefes de departamentos e 29 de repartições, para os quais, segundo o reitor, a sua tomada de posse demonstra o reconhecimento que a Universidade tem para com eles, mas ao mesmo tempo um desafio que a instituição lhes lança.

O Prof. Dos Santos exigiu deles muita responsabilidade e dedicação no exercício das suas novas funções e que ajudem a instituição a alcançar os objectivos plasmados na sua missão, valores e visão, que são Qualidade, Excelência e Referência.

O trabalho em equipe é a melhor forma que os recém-empossados devem utilizar para produzir resultados coletivos, por isso nunca optem pelo individualismo e procurem, sempre que necessário, estabelecer uma comunicação salutar entre vocês e juntos produzirem ideias inovadoras para melhor servir aos que nos procuram, assim como aos que nós procuramos, sublinhou Dos Santos.

Para o reitor, é preciso que os novos chefes assumam ser necessário cumprir e fazer cumprir as normas e todos documentos normativos que regem o funcionamento da UniRovuma, em particular, e da Função Pública, em geral. 

Devem insistir na criatividade para que a vossa contribuição seja crucial na tomada de grandes decisões sem esperar pela reitoria. Dentro do que a Lei vos permite devem tomar iniciativas viáveis para conduzirem a um bom porto os destinos da Universidade no seu todo, insistiu Brito dos Santos.

Segundo o Prof. Brito dos Santos, neste momento da consolidação da Universidade a palavra de ordem é e sempre será o estabelecimento de uma comunicação profícua, usando-a como um vector de ligação e articulação laboral com os docentes, o corpo técnico administrativo e, especialmente, com os estudantes. 

Para o Magnifico Reitor, os empossados devem ser os embaixadores das grandes ideias e realizações da Universidade, em todos os espaços onde estiverem a actuar, sejam eles formais ou informais.

Na mesma ocasião, o reitor abordou a instabilidade militar que se vive no norte da província de Cabo Delgado, devido a actuação de grupos terroristas que estão a matar e destruir infraestruturas nalguns distritos daquela região, destacando-se Muidumbe, Mocímboa da Praia e Macomia.

A Universidade tem a missão de promover discussões em torno dessa situação vivida na região, segundo o reitor, apelando aos presentes para assumam a função de embaixador de boa vontade, contribuindo, dessa forma, para a preservação da soberania nacional.

Devemos privilegiar o diálogo com os nossos concidadãos para que estes não enveredem por decisões que possam destruir o País; como Universidade devemos incutir nos nossos estudantes e na população em geral a ideia de cidadania activa, o que significaria agir a favor do bem-estar coletivo, respeitando a vida, as conquistas coletivas, a moçambicanidade, e as conquistas do governo, enfatizou.

Testemunharam a cerimónia de tomada de posse o director da Extensão de Cabo Delgado, Prof. Doutor Geraldo Macalane, a directora do Centro de Ensino Aberto e à Distância, MA. Helena Muando, o director das Finanças, MA. Juma Muteliha, do Património, MA. Arlindo Nkadibuala, do Gabinete Jurídico, MA. Aurélio Bernardo, e o MA. Artur Afonso, Assessor do Magnifico Reitor para a Pós-Graduação.

CONTACTE-NOS

Endereço:

Reitoria
Avenida Josina Machel nº 256
Caixa Postal 544
E-mail: secretariageral@unirovuma.ac.mz
Nampula-Moçambique
Campus Universitário de Napipine
Bairro de Napipine – Cidade de Nampula

Extensão do Niassa
Campus Universitário – Bairro de Nangala
Telefax: 27121520
Caixa Postal no. 04
Cidade de Lichinga
E-mail: urniassa@unirovuma.ac.mz

Extensão de Cabo Delgado
Campus Universitário de Ncoripo
Cidade de Montepuez
Caixa Postal no. 04
E-mail: unirovuma-cd@unirovuma.ac.mz
Tel. 20030181- Montepuez