brevemente

brevemente

VISÃO

A Universidade Rovuma pretende ser uma instituição de ensino superior de qualidade e excelência no processo de ensino e aprendizagem e nos serviços de pesquisa e extensão a nível nacional, regional e internacional.

MISSÃO

A Universidade Rovuma tem como missão formar técnicos superiores com qualidade de modo a que contribuam de forma criativa para um desenvolvimento económico sociocultural sustentável.

VALORES

Excelência Académica | Cultura Académica | Liberdade de Pensamento e de expressão | Autonomia | Internacionalização | Humanismo e Integridade | Igualdade e Equidade | Reforço da cidadania, do patriotismo, da consciência cívica e ética | Laicidade | Inserção comunitária | Inovação e criatividade

visualização: 517

Usem as oportunidade existentes para resolverem os problemas da sociedde

 

A Universidade Rovuma (UniRovuma) realizou, hoje, na cidade de Lichinga, o segundo ciclo de graduações e as últimas sob chancela da Universidade Pedagógica, ao lançar ao mercado de trabalho 299 quadros superiores, em cerimónia realizada na Extensão de Niassa e assistida pelo governadora local, Francisca Tomás.

A cerimónia segue-se a uma igual realizada na última Segunda-feira em Montepuez, na Extensão de Cabo Delgado, na qual foram graduados outros 197 quadros superiores formados em diferentes áreas do saber.

Até o final do corrente mês, a UniRovuma deverá graduar um total de 1.061 estudantes, com o único ciclo destas cerimónias previsto para o próximo dia 26, na cidade de Nampula, com a atribuição de diplomas à 565 estudantes, segundo dados do Registo Académico.

Falando na cerimónia como anfitrião, na Extensão do Niassa, o Magnífico Reitor da UniRovuma, Prof. Doutor Mário Jorge Brito dos Santos, apelou aos recém graduados para procurarem ou usarem as oportunidades que se lhes oferecem, porque saem da Universidade já preparados.

Segundo Brito dos Santos, existem no país inúmeras oportunidades, as quais se encontram nos problemas que as comunidades enfrentam, nomeadamente, a falta de alimentos, de indústrias de processamento, a falta de pequenas e médias empresas locais que possam desenvolver os distritos e outros que persistem e mantêm Moçambique na pobreza.

“Ajudem a nossa sociedade a resolver esses problemas e criem, por via disso, formas de serem mais competitivos ao nível local e internacional”, acrescentou o Prof. Dos Santos, tendo reiterado o seu apelo a comunidade universitária à paciência e à uma visão futurista promissora, na sequência das actuais mudanças resultantes da reestruturação Universidade Pedagógica (UP).

“Queremos que mudemos para o melhor, sempre que possível e necessário, e é essa a filosofia que as várias comissões constituídas estão a fazer, trazendo de melhor da extinta Universidade Pedagógica de Moçambique”, acrescentou o Reitor da UniRovuma.

Por seu turno, o Magnífico Reitor da Universidade Pedagógica de Maputo, Prof. Doutor Jorge Ferrão, instou aos graduados a testarem as suas qualidades, nos caminhos pelos quais irão enveredar.

“Nestas opções, todos gostaríamos de desejar que, nos vários contextos profissionais, elevem a bandeira da instituição de formação”, precisou, explicando que a sua presença na cerimónia resulta de um entendimento institucional, que impõe e reconhece a graduação de 2019, como ainda fazendo parte da estrutura académica da então globalizada Universidade Pedagógica.

O Prof. Jorge Ferrão rigozijou-se pelo facto dos índices percentuais dos graduados tenderem a um equilíbrio, numa altura em que Niassa é considerada como uma das províncias com o maior índice de desistências escolares por conta dos ritos de iniciação e de casamentos prematuros. 

 Dos 299 estudantes graduados, 54% corresponde aos do sexo masculino e 46% aos do sexo feminino. “Embora sintamos que temos de continuar com esforços no sentido de dar atenção acrescida à medidas que visem maior empoderamento da mulher e que foquem na equidade de género, louvamos esta percentagem de mulheres que se formam pela nossa instituição”, observou o Reitor da UP – Maputo.

Vasco da Gama