brevemente

brevemente

VISÃO

A Universidade Rovuma pretende ser uma instituição de ensino superior de qualidade e excelência no processo de ensino e aprendizagem e nos serviços de pesquisa e extensão a nível nacional, regional e internacional.

MISSÃO

A Universidade Rovuma tem como missão formar técnicos superiores com qualidade de modo a que contribuam de forma criativa para um desenvolvimento económico sociocultural sustentável.

VALORES

Excelência Académica | Cultura Académica | Liberdade de Pensamento e de expressão | Autonomia | Internacionalização | Humanismo e Integridade | Igualdade e Equidade | Reforço da cidadania, do patriotismo, da consciência cívica e ética | Laicidade | Inserção comunitária | Inovação e criatividade

visualização: 583

AO GRADUAR MAIS DE CINCO CENTENAS DE NOVOS QUADROS SUPERIORES

A Universidade Rovuma (UniRovuma) concluiu hoje, na cidade de Nampula, o ciclo de graduações sob a chancela da Universidade Pedagógica, ao atribuír diplomas a 565 quadros superiores, entre licenciados e mestres, numa cerimónia concorrida realizada no Pavilhão de Desportos do Clube Ferroviário.

Esta constitui a terceira cerimónia de graduação que a  UniRovuma realiza este mês, sob a umbrella da Universidade Pedagógica, depois da das Extensões de Cabo Delgado e Montepuez, colocando no mercado de trabalho um total de 1.061 quadros superiores.

Falando no encarramento da cerimónia, o governador de Nampula, Victor Borges, reconheceu o percurso “espinhoso e de sacrifício” que os graduados percorreram ao longo do tempo em que estiveram nos bancos da escola, pedindo-lhes que implementem, na prática, o que eles aprenderam em prol do desenvolvimento de Moçambique.

Numa intervenção recheada de humor, Victor Borges considerou que a graduação em si é um primeiro passo que os graduados estão a dar, tanto para si mesmos como para as suas famílias, faltando pôr em prática o que aprenderam em diferentes áreas de actuação.

Ele encorajou a UniRovuma a seguir em frente demonstrando um trabalho exemplar à sociedade, traduzido na formação de quadros competentes e capazes, privilegiando cursos de cariz técnico profissionais e inclinando-se mais para a pesquisa.

Por seu turno, o Magnífico Reitor da UniRovuma, Mário Jorge Brito dos Santos, considerou que os graduados presentes na cerimónia estavam a “fazer a festa da colheita”, pois, simbolicamente, a sociedade estava a colher os frutos de quatro anos de caminhada “difícil e espinhosa”, mas ao mesmo tempo de superação e recompensa.

“Moçambique recebe, no total, 818 quadros melhor preparados para contribuírem, com uma maior eficácia, para o engrandecimento do País”, disse Brito dos Santos, acrescentando que por razões profissionais e outras receberam diplomas de diferentes entidades presentes apenas 565 graduados.

O reitor da UniRovuma reiterou o processo de transição por que está a atravessar esta nova instituição de ensino superior, saída da reestruturação da Universidade Pedagógica de Moçambique em novas cinco outras, afirmando que “estamos a fazer um trabalho que leve a melhoria de condições de todos nós”.

Na cerimónia, a XVI que a  UP organiza e a primeira da UniRovuma, estiveram presentes os reitores das Universidades Save, Licungo e UP – Maputo, da Academia Militar de Nampula, parceiros, entre outras individualidades.

Vasco da Gama